sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Sorria...e Bom Fim de Semana!!!

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Bye,Bye Nodoas e Rugas!!!

Image and video hosting by TinyPic
-Quando tiver nodoas de gordura,não as molhe.Aplique detergente liquido(ou em pó diluido)directamente sobre a nodoa e deixe-o actuar durante uns minutos.

-Ao lavar peças de lã,acrescente umas gotas de vinagre á ultima agua de enxaguamento.Assim fixará ,melhor a cor e ficarão mais fofas.

-Ao lavar peças de linho(á mão ou á maquina),acrescente um pouco de amido á agua e assim ficarão menos enrugadas.
Image and video hosting by TinyPic

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Como Poupar Dinheiro Quando Passa a Ferro

Foto de Tina Domingues.
Apesar de muitos não gostarem,passar a ferro é uma actividade necessária e por vezes dispendiosa… o que pode fazer com que passe a detestá-la ainda mais.Descubra as diferentes formas como este pequeno electrodoméstico lhe pode poupar algum dinheiro.

Da próxima vez que estiver em frente de um cesto de roupa a cheio e a chamar pelo ferro de engomar,pense no seguinte;só o facto de estar a passar a roupa em casa e não a deixá-la na lavandaria ou engomadaria já está a poupar bastante dinheiro.

É normal dobrarmos a roupa depois de seca e colocá-la num cesto onde fica até a hora de engomar… e onde acumula rugas que vai tornar a sessão de passar a ferro mais longa,mais aborrecida e mais cara. Sempre que puder, pendure a roupa que precisa de ser engomada.

Deve investir num bom ferro,embora possa parecer contraditório, adquirir um ferro de elevada qualidade é um investimento a longo prazo. Os ferros “baratos” têm uma esperança de vida curta, o que vai implicar novos gastos noutros ferros e um ciclo dispendioso que não é o nosso objectivo! Para além disso, um ferro exemplar vai ainda garantir a durabilidade da sua roupa e passá-la melhor.

Sempre que passar a ferro, faça questão de engomar o maior número de peças de roupa possível,com o ferro e a tábua já quentes, não vai gastar tanta electricidade. Se fizer o contrário, ou seja, ligar o ferro vezes sem conta só para passar meia dúzia de peças que vai precisar para amanhã (e voltar a fazer o mesmo no dia seguinte e o outro...), a sua factura de electricidade vai ressentir-se.

Se ainda não aderiu à tarifa bi-horária referente ao consumo da electricidade, está na hora… para começar a poupar na factura da luz. Se já aderiu, óptimo, agora aproveite-a ao máximo, cingindo-se precisamente a esses horários mais baratos para ligar o ferro e engomar toda a sua roupa.

Comece por passar primeiro as peças que exigem uma temperatura mais baixa, aumentando gradualmente a temperatura para engomar as peças mais resistentes. Se alterar constantemente a temperatura, tem de esperar que o ferro aqueça ou arrefeça, gastando tempo e electricidade. Para além disso, diminui o risco de danificar uma peça delicada com um ferro demasiado quente. Para poupar tempo e electricidade, faça a divisão das peças antes de ligar o ferro.

Por vezes, colocamos o ferro na sua posição máxima porque estamos perante roupa muito enrodilhada, só que quanto mais quente estiver, mais electricidade vai gastar. Em vez disso, reduza a temperatura do ferro e tenha sempre ao seu lado um frasco de spray com água que pulveriza sobre a roupa mais difícil, para engomar mais depressa, com menos esforço e custos.

Outra forma eficiente de reduzir os níveis de calor sem prejudicar a engomagem da roupa é reflectir o calor acumulado através da roupa. Como? Adquira uma cobertura reflectora para a tábua de passar ou então envolva-a com papel de alumínio, voltando o lado brilhante para cima.

Acontece-lhe ligar o ferro só para engomar uma camisa ou par de calças que já vestiu e quer vestir novamente, mas sem as rugas entretanto acumuladas? Não precisa! Basta pendurar a peça num cabide na casa de banho durante o próximo duche e o vapor vai tratar do resto. Depois de uma sessão de engomagem, não se esqueça de desligar o ferro, esvaziar qualquer água que possa ter sobrado e deixá-lo arrefecer antes de o guardar. Evite deixar o ferro ligado se interromper a engomagem para ir à cozinha ou atender o telemóvel… mesmo que seja por um minuto apenas!!!

Tal como qualquer outro electrodoméstico, também o ferro requer uma manutenção contínua no que toca à sua limpeza;familiarize-se com o manual de instruções e saiba como tratar bem do seu ferro para que ele resista durante muitos anos, sem danificar ou sujar a roupa, ou seja, sem prejuízos extra.

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Como os Universitários Podem Poupar Dinheiro

Foto de Tina Domingues.
Os tempos de estudante universitário são marcados por tantas experiências boas,mas também por muitas dificuldades,especialmente nos tempos que correm!!!! Como rentabilizar a sua mesada para ter dinheiro...

-Investigue todas as bolsas de estudo existentes e concorra àquelas que sejam adequadas à sua situação. No entanto, quando receber esse dinheiro resista à tentação de começar a gastá-lo impulsivamente ,em vez disso, canalize-o para o seu orçamento mensal ou crie um fundo de emergência.
-Em vez de comprar livros, peça emprestado a colegas de outros anos ou procure edições em segunda mão online.
-Embora seja sempre bom viver sozinho, partilhar uma casa com outros colegas é uma excelente forma de diminuir as despesas de renda, água, luz e gás. De todos os tipos de alojamento, as residências universitárias são as mais económicas.
-Ainda em termos de renda, saiba que quanto mais perto da universidade, mais caras são as casas.
-Informe-se junto da sua instituição financeira, qual a melhor conta para um estudante universitário e quais as principais vantagens. Resista à obtenção de um cartão de crédito.
-Uma excelente forma de poupar dinheiro é fazer dinheiro, por isso, porque não arranjar um part-time?
-Sempre que puder, traga alimentos ou outras coisas que normalmente precisa de comprar da casa dos seus pais ...
-Quando for às compras, opte pelas “marcas brancas”,as do supermercado, em termos de apresentação e paladar são iguais às outras.
-Sempre que possível, coma em casa. Se tiver de comer fora, escolha a cantina ,oferece as refeições mais baratas da universidade e arredores.
-Não compre mais do que vai consumir nessa semana (principalmente se vai para casa dos pais todos os fins de semana).
-Aprenda a comer bem e barato,existem inúmeras receitas online que lhe ensinam a fazer isso mesmo.
-Combine com os colegas de casa que cada um faz um jantar por noite para os restantes ,é uma excelente forma de poupar tempo e dinheiro.
-Quando viajar, escolha sempre os transportes públicos e não se esqueça de dizer que é estudante;os tarifários são mais baratos!
-Quando for para casa dos pais ao fim-de-semana tente descobrir alguém que vá para os mesmos lados e que lhe possa dar boleia.
-Em vez de instalar Internet em casa, usufrua dela na universidade e em todos os locais onde existe Internet grátis.
-Aproveite ainda a Internet para fazer telefonemas grátis via Skype e fale com os pais, amigos e namorados gratuitamente.
-Poupe dinheiro em roupa, ao reutilizá-la o trocar com os amigos(as). Existem muitos sites dedicados à reciclagem de vestuário, ensinando como se transformam t-shirts em saias, lençóis em vestidos e calças velhas em calções. Entretanto, pode descobrir que até gosta deste novo hobby… ou então peça à sua mãe para coser os seus novos visuais!
-Na altura das quadras festivas e aniversários, não se sinta obrigado a comprar uma prenda, todos sabem que é estudante!!!! Procure dividir esse presente com amigos ou familiares ou então ofereça algo feito por si.
-Pague sempre as contas dentro do prazo, se não, vai ter de gastar dinheiro adicional nas multas. -Saiba sempre quanto dinheiro tem no banco para não gastar o que não tem e ainda ficar a dever ao banco (ou ter de pedir aos pais um adiantamento da mesada!!!).
-Aproveite para ir ao cinema no dia do estudante, os bilhetes custam metade do preço.
-Fazer jantares em casa com os amigos –,onde todos trazem um prato,doces ou bebidas,fica muito mais em conta do que sair e é igualmente divertido. Se saírem e a ideia for “copos”, o bar universitário tem quase sempre os melhores preços. Em termos de discotecas, procure aquelas com “noite de estudante”.
-Para qualquer sítio que vá ,museus, jardins zoológicos, parques de diversão, lojas ,pergunte se existe desconto para estudante.
-Em vez de se inscrever num ginásio, junte os amigos(as) e joguem futebol, basquetebol, façam jogging ou caminhadas.
-Traga livros e DVDs da biblioteca da universidade, em vez de comprar ou alugar.
-Esteja sempre atento aos boletins informativos da universidade ,pode encontrar um sem número de cursos, workshops, palestras, peças de teatro ou concertos grátis ou a baixo preço.
-Utilize todos os recursos que a universidade possa disponibilizar (laboratórios, ginásio, consultas médicas, posto de enfermagem),afinal de contas, é para isso que servem as propinas.

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Plantas Que Purificam o Nosso Ambiente

Foto de Tina Domingues.
Pois é,para quem é amigo do ambiente há outras alternativas aos sprays ambientais...Porque não ter uma plantinha ou mais(se for um amante da Flora)?
Eis 10 plantinhas que ajudam;

Fetos ou samambaias:
Absorvem todo o tipo de "poluentes".

Lírio-da-paz (Spathiphyllum wallisii):
Absorvem todo o tipo de "poluentes".

Cactos:
Os cactos "barram" as ondas electromagnéticas. Por isso aconselho a colocá-los perto de televisores e de micro-ondas.

Flor-do-natal:
São verdadeiros "filtros de ar". Ideal para lugares pouco ventilados.

Antúrio:
"Combate" o amoníaco.
Ideal para cozinhas e banheiros.

Azálea
Tal como os antúrios a azálea "combate" o amoníaco.
Ideal para cozinhas e banheiros.

Gerberas:
São indicadas contra o fumo de cigarro, charuto, cachimbo.
Recomenda-se que utilize as gerberas nas salas e nos quartos.

Begónias:
Tal como as gerberas, as begónias são indicadas contra o fumo de cigarro, charuto, cachimbo.
Recomenda-se que utilize as begónias nas salas e nos quartos.

Crisântemos:
Tal como as gerberas e as begónias, os crisântemos são indicadas contra o fumo de cigarro, charuto, cachimbo.
Recomenda-se que utilize os crisântemos nas salas e nos quartos.

Orquídea-borboleta:
Planta/flor indicada para equilibrar a humidade nos ambientes.

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Como Poupar Dinheiro no Ginásio

Foto de Gracinha Domingues.
O ginásio faz parte do dia-a-dia de milhões de pessoas no Mundo e, embora não seja um serviço propriamente barato, existem inúmeras formas de tirar maior proveito do seu, ao mesmo tempo que reduz as despesas que o ser membro acarreta.

1-Programa realista;A melhor forma de poupar no ginásio é fazer uma inscrição que combine com o seu estilo de vida, ou seja, se sabe que é completamente impossível ir ao ginásio todos os dias, então opte por uma mensalidade que englobe três, duas ou até apenas uma sessão semanal. Mais tarde, se quiser aumentar o número de sessões, é só fazer o upgrade do seu programa.Não pague a mais,para depois não aproveitar!!!

2-Procura e Oferta; Nos dias que correm, existem inúmeros ginásios, o que significa que a concorrência é muita e isso,pode trabalhar a seu favor. Compare os preços em todos os ginásios,perto de si, as mais-valias e as ofertas especiais que cada um oferece aos seus membros. Se está mais inclinado para um ginásio do que outro (por ser mais perto de casa, por exemplo...), mas esse é precisamente o mais caro, fale com o responsável para ver se é possível baixar o preço ou oferecer algum serviço extra em troca dessa inscrição.

3-Parcerias práticas;Na hora de escolher, pesquise bem o mercado, perguntando em cada ginásio se tem parcerias com alguma instituição ou associação à qual possa pertencer e que, assim sendo, tem direito a algum tipo de desconto ou regalia.

4-Ginásio em saldos;Se nunca reparou...no início do ano, algumas semanas antes do Verão e em Setembro, altura do regresso à escola e ao trabalho, os ginásios lançam mega campanhas promocionais, com o intuito de aliciar todos a voltarem a estar em forma. Pode valer a pena esperar por uma destas alturas para se inscrever...

5-Dois são menos;Muitos ginásios oferecem descontos especiais a quem inscrever, em simultâneo, um amigo ou então a famílias que tragam mais do que um membro.

6-Fidelidade reconhecida;Se é cliente assíduo e de longa data do seu ginásio, na hora da próxima renovação de inscrição, não tenha receio de pedir um ajuste de preço, algumas aulas grátis para amigos ou familiares, uma consulta semanal com o personal trainer, uma mensalidade grátis ou a oferta de algum serviço extra como uma terapia de sauna ou uma massagem.

7-Reconheça as entrelinhas;A desistência dos ginásios são frequentes ,por motivos profissionais, económicos ou simplesmente por insatisfação ou desmotivação ,e, por isso mesmo, os ginásios têm tido um maior cuidado na elaboração dos seus contratos. Antes de assinar, leia tudo atentamente (principalmente as letras mais pequenas) e se não estiver claro, faça questão de esclarecer as seguintes perguntas; se quiser cancelar a inscrição, com quanto tempo de antecedência é necessário fazê-lo? Existe alguma taxa de cancelamento aplicável? Posso suspender temporariamente a minha inscrição? Reactivá-la tem custos? Posso transferir a minha inscrição para outro ginásio da vossa cadeia? Tem custos adicionais? Ao estar informado, evita desagradáveis surpresas futuras.

8-Exercício físico gratuito;Não quer gastar dinheiro nenhum no ginásio? Existem muitas alternativas extremamente económicas e algumas até gratuitas; comprar alguns DVDs de aeróbica, ioga ou pilates e segui-los no conforto da sua casa; caminhar, fazer jogging, nadar no mar, jogar uma partida de ténis ou de futebol com os amigos… as possibilidades são muitas!!!!

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Que Alimentos Que Não Deve Ter Em Grandes Quantidades

Foto de Gracinha Domingues.
Uma das principais regras para poupar dinheiro na conta de supermercado é comprar artigos não perecíveis em grandes quantidades,aproveitando assim bons descontos e promoções,mas,existem alguns alimentos que,por vários motivos,não devem ser adquiridos em grande quantidade,para não se correr o risco de estragarem,irem para o lixo e assim desperdiçar dinheiro;

1-Óleo e azeite;embora estes sejam artigos de mercearia que utilizamos diariamente,fazemos-lhe em quantidades bastante reduzidas e a verdade é que o prazo de validade dos óleos alimentares e dos azeites não é tão extensa quanto isso.Se for guardado num local fresco e seco,o azeite dura cerca de 6 meses;os óleos alimentares de milho e de amendoim podem durar até um ano fechados e cerca de 6 meses uma vez abertos;o óleo de sésamo e de nozes,por sua vez,tem um prazo de validade de poucos meses.

2-Molhos e outros condimentos;quando estão em promoção,estamos tentados a fazer um bom stock de ketchup,mostarda,maionese,compotas,manteiga de amendoim e outros condimentos;no entanto,pare para pensar no tempo que demora chegar ao fim de um desses frascos.Muito!E uma vez que a maioria dos molhos e outro tipo de condimentos têm um prazo de validade curto–6 a 12 meses–não vale a pena adquiri-los em grande quantidade,pois provavelmente não terá tempo sequer de abrir e saborear todos os frascos.

3-Arroz integral;delicioso e saudável,a verdade é que ao contrário do tradicional arroz branco,o arroz integral tem um prazo de validade mais curto–entre 6 e 12 meses apenas.Se consome mais arroz branco do que integral,não vale a pena comprar este último em grandes quantidades,uma vez que pode estragar-se tão depressa que nem dá conta.

4-Cereais;compõem um excelente pequeno-almoço ou snack e existe uma variedade tão grande no mercado que apetece-nos experimentar vários tipos de cereais,em simultâneo.Evite comprar muitas caixas de cereais porque,para além de durarem muito tempo(utilizamos pouca quantidade de cada vez),uma vez abertos,os cereais podem rapidamente perder o seu sabor e consistência.

5-Especiarias;tal como os molhos e os condimentos,também as especiarias são algo que perdura nos nossos armários e despensas,pois,as quantidades utilizadas são ínfimas, mesmo que sejam diárias.Evite encher o carrinho de compras com frascos e mais frascos de especiarias–uns meros 6 meses depois,já começam a perder a intensidade do seu sabor,ou seja,exatamente aquilo que nelas procuramos.

6-Nozes e sementes;deliciosos snacks que são também bons para a saúde, as nozes e sementes têm,infelizmente,um prazo de validade entre 1 e 2 meses apenas.Devido ao seu alto teor em gordura,podem tornar-se rapidamente rançosos e impróprios para consumo,por isso,resista à tentação de comprar grandes quantidades de nozes e sementes.

7-Alimentos congelados;práticos e económicos,os alimentos congelados vieram revolucionar e facilitar a forma como cozinhamos hoje,mas,se quer poupar dinheiro na cozinha,evite encher o congelador com este tipo de produtos–após alguns meses,os alimentos congelados(quer sejam legumes,carne ou peixe)começam a ganhar a designada“queimadura de congelador”(desidratação e oxidação que o contacto com o ar produz na comida)roubando os alimentos da sua frescura e sabor.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Dicas Para Poupar Nos Seus Seguros.....

Image and video hosting by TinyPic
Automóvel, casa, vida, saúde. Estes são apenas alguns dos seguros mais comuns que a maior parte das famílias portuguesas possui. Já alguma vez fez as contas a quanto gasta por ano com os seus seguros? Provavelmente, milhares de euros do seu orçamento anual são despendidos com este tipo de produtos .
Se alguns são obrigatórios por lei, como é o caso do seguro automóvel e de incêndio, muitos outros são exigidos, por exemplo, aquando da aquisição de casa (seguro multiriscos habitação e seguro de vida) ou mesmo subscritos apenas porque lhe foram "impingidos" pelo seu banco ou seguradora.
O segredo para poupar nos seguros não passa necessariamente por eliminá-los da sua lista de despesas, mas sim por saber como cortar nos prémios que paga e no supérfluo.Um dos maiores erros que as pessoas cometem na contratação de seguros é não fazerem uma prospecção de mercado e uma análise criteriosa e exaustiva antes de contratar os seguros. É que, de acordo com a especialista, as diferenças de prémios são gritantes.
Deixo-lhe aqui dez dicas para conseguir cortar com as suas despesas com seguros.

1 - Avalie as suas necessidades e pesquise;

Antes de subscrever um produto é importante saber o que pretende e familiarizar-se com expressões como coberturas, exclusões, franquias, períodos de carência, limites de capital, etc. É que o desconhecimento da terminologia pode levar à subscrição de seguros que não são os mais indicados. Segue-se a prospecção do mercado. Nisso a internet poderá ser uma boa ajuda. Sente-se à frente do computador e faça simulações já que muitas seguradoras disponibilizam simuladores nos seus sites e compare as diferentes propostas.

2 - Evite a duplicação de seguros;

Nem sempre as pessoas conhecem todas as coberturas dos seus seguros e or vezes têm duas apólices que cobrem o mesmo risco, o que normalmente não traz vantagens porque as indemnizações não são cumulativas e os encargos poderiam ser mais baixos. Um deles é o seguro de viagem. "Nesse caso não vale a pena a cobertura de assistência em viagem porque esta já existe no seguro automóvel e é possível activá-la mesmo que a pessoa não esteja a viajar de carro". Os seguros de responsabilidade civil familiar são outro exemplo. Antes de subscrever um destes seguros confirme se já não tem um que cubra alguns dos riscos como é o caso do seguro associado ao cartão de crédito ou multiriscos habitação.

3 - Apenas o essencial ;

Por vezes, as seguradoras tentam "impingir" coberturas que não trazem vantagem ao cliente e só encarecem o prémio final. Se vai contratar um seguro é importante definir exactamente as coberturas e o capital que quer porque pode estar a gastar dinheiro desnecessariamente.Por exemplo, quem tem um carro com valor comercial baixo terá mais vantagens em subscrever um seguro apenas com cobertura de responsabilidade civil obrigatória e assistência em viagem, do que um pacote que abrange danos próprios. Outro caso: para quem viva numa zona de baixo risco sísmico, valerá a pena incluir no seguro multiriscos os fenómenos sísmicos? No Seguro Casa da Império Bonança, por exemplo, a sua inclusão encarece em 53,71 euros o prémio anual.

4 - Pagamento integral,

As seguradoras disponibilizam diferentes prazos alternativos para o pagamento do prémio dos seguros: mensal, trimestral, semestral ou anual. Sempre que possível opte pelo pagamento anual, ou seja, por inteiro. É que, embora pagar a prestações seja uma solução mais confortável para o bolso, é simultaneamente menos económica. Por exemplo, um seguro automóvel com cobertura de responsabilidade civil obrigatória e assistência em viagem na Açoreana Seguros em que o prémio anual seja de 208,03 euros, se o cliente optar pelo fraccionamento em 12 meses vai pagar mensalmente 24,57 euros,ou seja, vai acabar por gastar mais 86,81 euros no prémio final.

5 - Franquias opcionais;

Em alguns seguros, não é possível escapar ao pagamento de franquias- montantes (em percentagem do valor seguro) que em situações de sinistros têm de ser suportados pelo cliente- já que são obrigatórias. No entanto, em algumas situações é possível optar ou não pela contratação de uma franquia, bem como escolher diferentes percentagens. Se optar por um limite elevado, terá de pagar uma percentagem mais alta em caso de activação do seguro, mas ao mesmo tempo o prémio anual também é mais baixo. No caso do seguro automóvel com cobertura de danos próprios, escolher as franquias mais elevadas permite descontos até 75% nos prémios.

6 - Ligue às low cost;

Regra geral, as seguradoras telefónicas e pela internet - como a Ok! Teleseguros, N Seguros, Logo e Seguro Directo- são mais económicas.A sua estrutura comercial envolve muito menos custos, por isso podem cobrar prémios mais baixos. A OK! Teleseguros, é a escolha acertada para muitos clientes. No caso de um condutor de risco agravado as poupanças face ao prémio médio para o pacote mais abrangente podem chegar aos 1031 euros por ano no caso em que o veículo segurado é um Volkswagen Golf 2.0 TDi.

7 - Aproveite as promoções,

Se é sócio de um clube ou associação, procure saber se têm parcerias com seguradoras,para além disso, também existem campanhas de descontos nos seguros. Por exemplo, a Logo oferece 10% de desconto na subscrição online do pacote de seguro do imóvel e recheio, bem como oferecem a prestação do primeiro mês no seguro do imóvel ou recheio. Já a Seguro Directo tem uma campanha em que oferece 20 euros em senhas de combustível ao cliente por cada amigo que subscreva um seguro automóvel.

8 - Em pacote é mais barato?

Até há pouco tempo, contratar mais de um seguro na mesma seguradora ou mediador permitia descontos de 20% ou mais no preço do pacote,contudo isto nem sempre é verdade. Contratar em diferentes companhias pode ser mais compensador porque uma seguradora pode ter preços mais competitivos para um certo seguro mas cobrar mais do que a concorrência noutro tipo de seguro. Mas esteja atento porque existem situações em que comprar em pacote compensa. Por exemplo, através do produto Ok! Família, a junção de todos os seguros automóvel do agregado numa única apólice permite um desconto até 20% no prémio do seguro.

9 - Vá a intermediários de seguros;

Procurar um mediador ou corretor de seguros é uma opção que permite poupar algum dinheiro, à partida vai conseguir descontos maiores porque a passagem dos seguros para os mediadores desonera as seguradoras de uma data de custos, por isso nestes casos, elas podem praticar preços mais baixos na transferência,entre 20% a 25% face à contratação ao balcão das seguradoras. Para além disso, como os mediadores representam várias seguradoras, o leque de alternativas também é maior.

10 - Preste declarações com exactidão;

Revelar o máximo de informação possível e não prestar declarações falsas na altura da assinatura do contrato pode evitar dissabores e levar a poupanças futuras. Os seguros de saúde são um exemplo,o ocultar uma doença anterior pode mais tarde resultar na anulação do seguro e na perda dos prémios já pagos.É que em caso de activação do seguro, a seguradora vai investigar o historial clínico do cliente,o mesmo se aplica no seguro multiriscos. Para efeitos do seguro é considerado o valor de reconstrução (mão de obra e materiais) do imóvel e não o valor da avaliação.Isto por vezes pode criar uma situação de sobreseguro, se o valor da avaliação for superior.

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Como Poupar Dinheiro Num Casamento

Foto de Gracinha Domingues.
Um casamento representa um dos dias mais especiais na vida de um casal, da sua família e dos amigos… mas também um dos mais caros!!!! Embora organizar uma festa de casamento envolva muito dinheiro, existem vários truques de poupança que podem ser postos em prática, sem prejudicar o glamour e o estilo do dia especial...Ora veja;

1-Para planear, desde o início, um casamento o mais económico possível, comecem por estabelecer uma lista que inclua todas as áreas onde irão gastar dinheiro e mantêm-se fiéis ao mesmo!

2-Um casamento realizado no Outono ou no Inverno é sempre mais barato do que um realizado na época alta, ou seja, na Primavera ou no Verão. Para além disso, os locais de recepção apresentam preços mais económicas para casamentos realizados durante a semana, quando comparados com festas ao fim de semana.

3-Fazer a recepção de casamento em casa de familiares ou amigos pode reduzir drasticamente todo o custo do dia do casamento.

4-Limitar o número de convidados é uma forma muito fácil de poupar dinheiro num casamento… uma cerimónia e festa mais íntima também pode ser inesquecível!

5-Sempre que tiverem de contratar um serviço, tentem escolher fornecedores locais – vão poupar eventuais custos de transporte e deslocação.

6-Peçam à florista para utilizar exclusivamente flores da época na elaboração dos bouquets e dos arranjos florais para o grande dia – são muito mais baratas!

7-Em vez de fazerem um almoço ou jantar sentado, planeiem um festa cocktail, onde são servidas bebidas, petiscos em etapas variadas, terminando com o bolo dos noivos. Em alternativa, podem optar por um "brunch ".que é uma mistura de pequeno-almoço e almoço, servido num hotel depois de uma cerimónia matinal, por exemplo. Não se esqueçam da música – um trio de jazz ou um bom DJ,para animar os convidados.

8-As bebidas servidas num casamento também se podem revelar uma grande despesa. Em vez de terem bar aberto, limitem-se a apenas algumas bebidas – vinho, champanhe e alguns cocktails coloridos, sem esquecer as bebidas não-alcoólicas. As pessoas acabam sempre por beber aquilo que têm disponível, sem grandes problemas.

9-As bandas são sempre mais caras do que um DJ. Peçam referências aos amigos, quem sabe não conhecem um bom DJ ou uma cantora fantástica, que lhes podem fazer “um preço de amigo”.

10-Outra alternativa em termos de música é os noivos escolherem as suas playlists para cada momento da festa, gravarem os diferentes CDs e porem-nos a tocar em música ambiente.

11-Façam vocês mesmos os convites, centros de mesa, a decoração, os arranjos florais ou as lembranças do casamento. Um pouco de imaginação e algum dinheiro pode produzir resultados espectaculares, que vão impressionar todos os convidados. A moda “faça você mesmo” veio para ficar e não falta inspiração económica na Internet.

12-Podem escolher não oferecer nenhuma lembrança de casamento, optando antes por enviar, mais tarde, um cartão de agradecimento e uma fotografia dos noivos a todos os convidados.

13-Têm avós, mães e tias que são verdadeiras fadas do lar, confeccionando bolos e doces irresistíveis? Pode ficar ao cargo destas senhoras a preparação da mesa de sobremesas.

14-Se quiserem poupar dinheiro no vestido da noiva e/ou no fato do noivo, existem várias opções: mandar fazer fica sempre mais em conta do que comprar feito; escolher modelos de coleções passadas; optar por trajes em segunda mão, adquiridos numa loja vintage ou no eBay; ou então usando o vestido/fato da mãe, pai ou avós,como antigamente se fazia.

15-Em termos de acessórios, também é possível pouparem algum dinheiro – basta pedirem emprestado as jóias que a noiva vai usar a um familiar ou amiga. O noivo pode fazer o mesmo com os botões de punho, por exemplo.

16-O serviço de fotografia também se pode revelar uma despesa muito grande dentro do orçamento de uma boda. Conhecem alguém que tenha na fotografia uma enorme paixão e que adoraria fotografar o vosso casamento? Um fotógrafo amador pode ser uma excelente maneira de poupar algum dinheiro. O mesmo aplica-se ao serviço de filmagem do evento. Em alternativa, peçam aos vossos convidados para levaram as suas máquinas e tirarem muitas fotografias – no final, compilem todas as imagens, serão certamente mais do que muitas e ficarão com um álbum de casamento, no mínimo, original!

17-Muitas vezes, quando chega a altura de cortar e servir o bolo dos noivos num casamento, os convidados já estão tão cheios que as fatias acabam por ficar inteiras e serem deitadas fora. Em vez de desperdiçar dinheiro na sobremesa, sirvam o vosso bonito bolo de casamento como a sobremesa principal.

18-Aquando da decisão da lua-de-mel explorem a hipótese de “viajarem” dentro do país(onde existem tantos locais paradísicos,pousadas e muito mais...)ou então preparem vocês mesmos um itinerário low-cost com recurso ao booking online.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Dicas de Como Comprar Material Escolar Mais Barato

Foto de Gracinha Domingues.
O material escolar é comprado nos primeiros meses do ano. Você recebe a lista das escolas assim que faz a matrícula.Então,em Dezembro e Janeiro,os pais estão recebendo a listinha...não desespere,pode comprar o material do seu filho(a) mais barato e economizar um dinheirinho apenas mudando alguns hábitos.Senão veja;

– Nunca leve seu filho(a) junto.

– Comprar fora da época;o preço do material escolar tende a baixar depois que passa o início do ano lectivo.Alguns itens da lista repetem-se todos os anos,como cadernos,canetas...então muita coisa você pode adquirir muito antes.

– Comparar preços das lojas;faça o orçamento em pelo menos 4 lojas,ou nos supermercados.

– Pesquise na Internet;antes de sair na rua para comprar,faça uma visita ás lojas On line,é possível encontrar bons preços em determinados itens.

– Custo benefício;nem tudo que é barato é ruim.

– Material do ano anterior;muita coisa do ano anterior pode ser reaproveitado como a mochila,réguas,estojos,canetas,lapiseiras,não é necessário comprar tudo novamente.

-Sugestão da escola;nem sempre o que a escola sugere é indispensável,use o seu bom senso.

– Livros usados;livros de filhos e parentes mais velhos podem ser aproveitados, verifique isso antes de sair ás compras,muitas vezes compramos coisas que já temos em casa.

– Pechinche sempre antes de pagar;A maioria das lojas colocam a margem de lucro um pouco acima já esperando que o cliente pechinche.Junte todos os orçamentos assinalando os menores preços das outras lojas,inclusive da Internet,vá a uma loja e fale que você comprará tudo se o gerente fizer um bom desconto.E verá que na grande maioria dos casos vale a pena!!!